Cruz Expectante (r)
Página Inicial
Vida e Obra do Patrono da Igreja Expectante
Textos de ou sobre Cedaior, Sevãnanda, Thoth e Ischaïa
Biblioteca
Mapa dos Núcleos
Perguntas Frequentes
Entre em Contato
Como entrar para a Egrégora Expectante


FAQ
Perguntas e Respostas Mais Comuns


  1. Documentação dos Sacerdotes Expectantes e Núcleos Expectantes

    De tempos em tempos surgem figuras obscuras que se intitulam representantes da Igreja Expectante. Para evitar dissabores e perda de tempo, informamos que todo Sacerdote ou Sacerdotisa deve apresentar, quando solicitado, os seguintes documentos: 

    01 – Carteira de Identidade Sacerdotal fornecida pela Igreja Expectante e com a assinatura do Patriarca Thoth;  

    02 – Certidão de Consagração de Ungido Sacerdote do Primeiro Grau e/ou Sacerdote do Segundo Grau. E Certidão de Consagração de Batismo e Noviço Expectante. Em todas deve constar a assinatura do Patriarca Thoth; 

    03 – Quanto aos núcleos existentes, devem apresentar a sua respectiva Carta Constitutiva devidamente assinada pelo Patriarca Thoth; 

    Em suma, de todo documento oficial da Igreja Expectante consta a assinatura do Patriarca. Se por ventura alguém lhe apresentar algum dos documentos acima citados sem a chancela do Mestre Thoth, pode considerar como falso. Portanto, ilegítimo.

     

  2. Por que o nome Expectante?
    Expectante é um estado de espera, de observação, é plantar, aprender, praticar, educar para que a humanidade tenha a esperança de dias melhores, uma humanidade mais fraterna, da vinda do Cristo.

  3. Se a Igreja não tem dízimo, como sobrevive?
    A Igreja Expectante prima pelo não envolvimento de questões financeiras com espirituais. Nossos Sacerdotes e Sacerdotisas são pessoas que têm suas atividades profissionais e sobrevivem delas. Não temos templos suntuosos. Ao contrário, são pequenas comunidades. As necessidades locais são supridas pelos grupos. Cada grupo tem suas necessidades e trabalha dentro de suas possibilidades.  

  4. Qual o significado da Cruz?
    (ver artigo sobre o tema)

  5. A Igreja aceita a reencarnação?
    Sim, aceita. A reencarnação é, ao nosso ver, a explicação racional para muitos questionamentos. Esta aceitação é dentro de um Universo organizado e perfeito, com um Deus de Extrema Bondade e Extrema Justiça. E seu principal mandamento é a liberdade.

  6. A Igreja aceita o divórcio?
    A Igreja não incentiva o divórcio. Porém, o aceita, visto que, para nós, o casamento vai além de um papel assinado. É muito mais que isso. É um laço de amor, afeto, compreensão, respeito, compromisso, o desejo de estar junto e comungar dos mesmos ideais. A correta interpretação do “até que a morte os separe” é “até que a morte deste amor os separe”. A união tem de ser amorosa e respeitosa. Quando isso acaba, o casamento acabou. Ficar junto por meras questões sociais e outras não é casamento. É somente sociedade civil.

  7. A Igreja aceita o sacerdócio feminino?
    Sim. Aceita desde sua fundação, em 1919, pois acreditamos que a forma homem-mulher é uma condição temporal. Para nós, a essência que habita cada um de nós é divina e, portanto, não tem sexo. É a mãe, companheira, esposa, portadora por natureza do amor universal, geradora de vida. A mulher está a cada dia conquistando espaço em todas as áreas. Por que não ser uma sacerdotisa?

       

  8. Quantos Sacerdotes a Igreja tem?
    Quando Mestre Cedaior fundou a Igreja Expectante seu objetivo era congregar algumas pessoas em torno de um ideal filosófico e religioso, sem pretensões quanto ao número de adeptos. Com sua morte, seu filho Sri Sevãnanda SWAMI criou normas e organizou a Igreja. Porém, ela era uma das 13 Ordens Iniciáticas que ele dirigia. Também não houve a intenção de “contar” os Sacerdotes, pois o proselitismo não era uma questão vital para nós. Quando Thoth assumiu a Igreja, popularizou o Sacerdócio, ou seja, facilitou o ingresso de homens e mulheres de boa vontade, livres e de bons costumes. E, como são livres, depende da consciência de cada um a permanência, bem como a dedicação e labor. Cabe a eles cumprir com as obrigações assumidas diante de suas próprias consciências. Mais uma vez, não tem como contar o número dos que São Sacerdotes e de quantos Estão Sacerdotes. Registrados nos Livros de Cerimoniais temos um bom número.

  9. Como ser membro da Igreja?
    A igreja possui membros batizados que são expectantes e membros simpatizantes, que não são batizados, mas que freqüentam as reuniões, estudam e estão sempre em contato com os expectantes.

     

  10. O que é necessário para ser um Expectante?
    O desejo de receber o batismo e participar das reuniões (se houver núcleos em sua cidade).

      

  11. Quais as obrigações de um Expectante?
    O Expectante, como todo cristão, tem obrigações de um cristão. Deve fazer suas orações e, sobretudo, ser vigilante e expectante no seu modo de ser.

  12. O Expectante tem que deixar sua religião de origem?
    O Expectante é universalista. Mestre Sevãnanda, o 2º Patriarca. procurou unir o Oriente e o Ocidente, na sua essência. O expectante é cristão, ecumênico e essênio. Se pregamos a unidade das religiões, logo respeitamos o credo de cada um. Ao ser batizado, o anjo egregórico da igreja da qual o neófito já foi batizado antes é convidado a vir dar apoio a esse ser.

  13. O que é necessário para abrir um núcleo?
    Quanto ao espaço físico, a Igreja não possui grandes sedes e nem templos suntuosos. Nossos templos são geralmente salas cedidas, alugadas, emprestadas ou compartilhadas. Para funcionar, deverá ter um sacerdote responsável. Caso não tenha pode ser dirigido por um noviço ou expectante autorizado por escrito. Por não ter um sacerdote esses grupos não poderão fazer rituais e consagrações. Será um núcleo de estudos.

  14. O que é necessário para ser um sacerdote?
    Ser consagrado noviço, fazer o curso e receber a consagração de Ungido Sacerdote do Lar.

  15. Quanto tempo leva um noviciado?
    Após ser consagrado, o noviço recebe uma instrução que após ser vivida, estudada e praticada será respondida no prazo de um mês. Se aprovada, receberá outra e assim sucessivamente. São sete instruções. Em média leva-se de um ano a dois para se consagrar um Ungido Sacerdote do Lar, ou seja, Sacerdote do primeiro grau. Sendo que na Igreja Expectante só existem dois graus.

  16. Como é o batizado?
    A Igreja possui três rituais de batismo:

    1) Batismo infantil, de 0 a 7 anos. Como a criança é levada pelos pais ou responsáveis, sem condição de opinar, essa cerimônia é uma – DEDICAÇÃO AOS ANJOS.

    2) Batismo juvenil, de 7 a 14 anos. A criança que foi batizada pode manifestar o desejo de permanecer no seio da Igreja, ou para os neófitos que o desejam.

    3)  Batismo adulto, 14 anos ou mais.

  17. Quais as outras consagrações que a Igreja possui?
    A Igreja realiza batismo, consagração a noviço e sacerdote, casamento, bênção de união, despedida e bênção post-mortem.

  18. Qual a diferença entre Benção de União e Bênção Matrimonial?
    Bênção Matrimonial é para quando os noivos, de acordo com as leis vigentes no país, possam realizar também o casamento civil

    Bênção de União – Desde 1919, ano da sua fundação, a Igreja abençoa a união humana, na impossibilidade de um casamento civil, com todos os valores emotivos, sociais e espirituais.

  19. Existem Missas e comunhão na Igreja?
    Temos uma cerimônia chamada Bênção Dominical, e comunhão com pão e vinho.

  20. Por que pão e vinho?
    Para a Igreja Expectante a Comunhão é um ato místico, moral e social, sem dogma particularizado. Criada em plena civilização Ocidental, a Igreja Expectante adotou o pão e o vinho com a intenção apenas de obter dos anjos uma bênção sobre as espécies para viver mais facilmente o estado de comunhão entre os presentes.

  21. O que significam o pão e o vinho?
    O pão expressa nossa esperança de que todos possam tê-lo. Afirmamos que, como o trigo, somos filhos da terra. Sabemos que tudo se compartilha, reparte, comunica e relaciona. É a maravilhosa lei da Comunhão.

    O vinho é a proclamação de que nosso sangue humano é um só, que corre sem distinção de raças, credos, status social. É também o símbolo de sangue derramado em holocausto.

  22. Só os Expectantes podem comungar?
    Todos que se sentirem em estado de comunhão poderão comungar.

 

© Todos os direitos reservados © Egrégora Expectante - Site Oficial   
igrejaexpectante@igrejaexpectante.org